quarta-feira, 20 de junho de 2012

Hã, Biloute?
¨¨ Uma semana. Certeza que foi só isso? Pareceu mais.
¨¨ Se eu ganhasse uma moedinha pra cada vez que algum santo me diz "tem um negócio sujo no seu nariz", estaria eu nas Ilhas San Andres, lendo manuscritos frescos e comandando de lá, com mãos macias, a tão sonhada Editora Ave Margot, criada exclusivamente para publicar até espirros livros dessa gente brilhante que eu amo ler.  Pintas, minha gente, pintas. Será que é tão difícil assim sacar o padrão "tiro de paçoquinha" que impera nessa que vos fala? Mais fácil achar que é sujeira, really? Sei. Acredito.
¨¨ Já tive uma quantidade considerável de experiências boas nessa vida e tenho os olhos bem abertos para o valor das alegrias simples, essas que vêm de tudo que é grande ou pequeno. E mesmo assim, achando que tenho algum conhecimento sobre as coisas que fazem bem ao peito, fico aqui tentando achar adjetivo pra descrever o prazer que sinto ao acordar do lado dele. E não acho. Todo adjetivo me parece pouco rico.
¨¨ Engorde em uma semana o que você levou mais de mês para emagrecer. Pergunte-me como.
¨¨ Na linha "notícias da base", cada cômodo bagunçado em graus de elaboração diversos, Isaura (a máquina de lavar) começou a trabalhar em motoquasecontínuo e o estudo de hoje foi no quarto porque minha escrivaninha está em um estado de dar medo.
¨¨ " Crisis is a rite of passage", eu li em algum lugar e digo amém.
¨¨ Tataaaa voltou. Jeann voltou. Iêi.
¨¨ Ok. Na próxima vez em que eu pensar a frase "escolhe você o filme, vai...", alguém por favor me dê um tiro antes que eu chegue a dizê-la? Gratíssima ponto.
¨¨ Coração tranquilo e muito pra ser vivido aí pela frente. Simbora que desperdício de tempo tem gosto gasto de nada. Beijosgostosmil e um ótimo resto de dia a todos. =)
..............................................................................................
Só conto o milagre
" O amor dela por mim não só não é cego como é crítico, desaforado e beira a falta de noção." (tô rindo até agora)
" Você perguntou meu nome com uma voz tão séria que por um segundo eu até esqueci quem eu era." (santo amigo estranhando minha "voz de trabalho". rs.)
" - Izabela.... Cosenza?
 - (Santo).... Lacunoso?" (porque um apelido bem dado diz mais que 10 sobrenomes, não é vero?)
" Encontrei ela só 3 vezes e tenho assunto para uma vida!" (pega a senha e entra na fila, santo.)
" Sabe o que eu vi hoje? UM TATU!! (santo provando, com seu entusiasmo festivo, que é simsim um urbanóide com "u" maiúsculo. rs)
" Eu sou da roça, sô. Lá a gente não tá acostumando com coisas pulando da tela pra cima da gente não." ( santo pulando de susto no cine 3D.)
" Você hoje tá parecendo a Emília." ( e mais uma vez eu escolhi tomar isso como um elogio, porque né? vai saber.)
" A gente se diverte com a insuportabilidade compartilhada." ( and it is so so true...)
........................................................................................
Rádio Plutão
faz a matemática do trem. rs. =)


............................................................................................

2 comentários:

  1. Ana Paula Martins20 de junho de 2012 22:54

    Iza, gosto demais da maneira como você escreve. o cotidiano fica muito legal quando leio seus textos.
    "tiro de paçoquinha" rsrs acho que tomei alguns.
    Adoro. Bjos!

    ResponderExcluir
  2. paulinha querida, obrigada obrigada obrigada!!! =)
    é uma alegria te ter por aqui, viu?
    e ó, certeza que vc tava comigo lá na linha de frente tomando tiro a torto e à direita. rs!

    beijodacordoseuolho =)

    ResponderExcluir